quarta-feira, 26 de maio de 2010

...e estamos em ponta final de ano lectivo.

O último trabalho a executar na aula do 2.º ano de pintura na SNBA pretende ser um abstracto cuja base resulta da fragmentação de uma realidade arquitectónica.

A fig. 1, um edifício situado numa lateral à SNBA, foi o ponto de partida. A parede de vidro que capturava o céu e o prédio em frente à mesma, constituiu a base do trabalho.

Fig. 1

A partir daqui foram ensaiados cortes de imagem que permitissem obter um fragmento suficientemente rico para ser pintado. O quadrado a vermelho (Fig. 2) permite localizar a selecção efectuada.


Fig. 2

Havia que ampliar a secção seleccionada (Fig.3).

Fig. 3

A partir daqui o trabalho consistia em marcar na tela (89 cm x 110 cm) todas as linhas que apareciam no fragmento. Fí-lo com o auxílio de um projector que me permitiu, sem utilizar papel vegetal ou fotocópia (já viram o tamanho da fotocópia?) realizar o trabalho.

Agora há que partir para o abstracto. Quando a tarefa estiver concluída, fotografarei a tela e mostrá-la-ei neste blog. Em princípio em meados de Junho tudo estará finalizado.

Estou expectante. Se gostar será um ponto de partida interessante para novos trabalhos e até estou a pensar em realizar série intitulada "A Arquitectura em associação com a Pintura" que deverá, se for avante, merecer um título menos evidente.

Sem comentários:

Enviar um comentário